Reinserção social durante e após tratamento

Reinsercao social durante e apos tratamento

Neste artigo abordaremos a reinserção social durante e após tratamento, esse tema é importante porque atualmente, a dependência química é um fenômeno amplamente conhecido e discutido. O uso abusivo de substâncias psicoativas tornou-se um sério problema de saúde pública e social em todo o mundo.

No entanto, falar sobre o uso de drogas, e sobre a dependência química em particular, traz à tona questões que estão diretamente relacionadas ao campo da saúde e às relações familiares e sociais.

O número de dependentes vem crescendo consideravelmente em todo o mundo e ainda não sabemos quais são os reais efeitos dessas drogas ao longo do tempo na vida do usuário. Quando o dependente chega a um centro ou clínica de reabilitação, a maioria dos usuários já sofreu muitos prejuízos materiais e psicológicos. Muitas vezes, essa situação os deixa com medo de retornar à sociedade.

Durante tratamento

O vício em drogas envolve aspectos biológicos, psicológicos e sociais do indivíduo. Para uma recuperação eficaz, todos esses fatores devem ser bem resolvidos.

A melhoria das relações sociais durante o tratamento é essencial para a construção de uma nova perspectiva e a continuidade das transformações ocorridas no processo de recuperação.

A desintoxicação é apenas parte do tratamento, tão importante quanto a reintegração social. Nesse sentido, o isolamento não é a melhor forma de ajudar o dependente durante seu processo de reabilitação e no afastamento das drogas.

Em vez disso, o ideal é que você encontre apoio nos relacionamentos e na socialização com outras pessoas. É essencial que o dependente saiba que ele pode contar com as pessoas ao seu redor.

Claro, sabemos que não é fácil apoiar um viciado em drogas, especialmente se ele relutar durante o tratamento. Porém, a pessoa em fase de recuperação necessita, mais do que nunca, aceitação, compreensão, atenção e respeito.

Se as pessoas se sentem apoiadas e valorizadas nas suas relações sociais, adquirem muito mais força e motivação para continuar a sua reabilitação e, finalmente, reconstruir a sua vida social, profissional e familiar.

Como ajudar na reinserção social durante o tratamento

A família e os amigos podem desempenhar um papel fundamental para motivar as pessoas com problemas com drogas a buscar tratamento.

Para lidar da maneira certa com um dependente químico durante o tratamento, é preciso entender o comportamento dele e a melhor forma de fazer isso é pesquisando a doença, a substância específica da qual depende o seu familiar.

Entenda como essa substância funciona e como afeta o comportamento e a vida de uma pessoa.

Evite fazer julgamentos e condenações, isso não adianta, apenas geram mais conflitos, dificultando ainda mais o processo de melhoria, o que pode levar ao abandono do tratamento.

Outra forma importante de ajudar nesta fase é ser muito paciente. Não se renda. Sempre aja com amor. É possível ser firme, impor regras e ainda ser amoroso. Se a pessoa estiver internada, procure sempre mostrar compreensão e apoio durante as suas visitas.

Após tratamento

União familiar

A reinserção social do dicto é algo que exige força emocional para ultrapassar vários obstáculos, sobretudo o preconceito e o descrédito na sociedade.

Para muitos dependentes, a retomada da convivência com a sociedade após o tratamento inclui o retorno ao mercado de trabalho, a volta à escola e a tentativa de restabelecer os laços com a família e os amigos.

Esses problemas enfatizam apenas como os familiares e o bom relacionamento são essenciais. Pois podem prevenir o uso de drogas ou ajudá-lo a retomar o convívio social após o tratamento.

Como ajudar na reinserção social após o tratamento

Como já destacamos bem, a família e amigos desempenham um papel de muito importante em todas as fases da reabilitação do indivíduo.

No entanto, há uma série de coisas que podemos fazer e, que devemos evitar para ajudar o dependente.

A primeira coisa é demonstrar orgulho pelo fato de a pessoa ter se submetido a um tratamento, e telo concluído. Como você deve saber, milhares de pessoas são internadas voluntariamente e involuntariamente, e muitas delas desistem e acabam fugindo dos centros e clínicas de tratamento.

Por isso quando alguém fecha até a etapa final (apesar de que não é necessariamente o final do tratamento), é preciso deixar evidente a sua satisfação por essa conclusão importante.

Isso irá servir de ânimo para a pessoa, e numa possível internação futura, ele não veja esse tratamento de forma negativa.

Outra coisa que pode ajudar é não ficar tocando no assunto a todo momento. Lembre-se queremos fazê-los se adaptar a uma vida normal, ficar falando sobre problemas com drogas, vai fazê-lo pensar nas drogas, e isso dar forças ao desejo e abstinência. Porém, claro, isso não quer dizer que vamos agir como se nada tivesse acontecido.

Auxilie seu ente querido a socializar com outros, não apenas membros da família, mais amigos que são fonte de influências positivas. Também, embora seja difícil conseguir um emprego formal após um tratamento de dependência, ajude-o a fazer conseguir realizar alguma atividade de trabalho, mesmo que seja informal.

Existe uma série de ajudas que podem ser aplicadas. Mas, vai variar do tipo de dependência e o grau em que a pessoa se encontrava ou se encontra.

Perspectivas de dependentes quanto à sua reinserção social

Um estudo buscou investigar as perspectivas dos usuários de drogas quanto à sua reinserção social após o término do tratamento em centros de reabilitação terapêuticas.

Especificamente, buscar compreender como ocorre essa reintegração, as perspectivas do usuário em relação à sua família, a rede de apoio e os serviços oferecidos para auxiliar seu tratamento.

O estudo com 12 indivíduos mostrou que 75% dos entrevistados relataram que a reinserção social e familiar é considerada fácil ou mais ou menos fácil. Este estudo identificou que a intenção pessoal, o apoio familiar e o emprego ocupam uma posição de destaque na determinação do sucesso da reintegração. Tendo todas essas informações, agora você está apto ajudar seu ente querido a se evoluir no seu processo de melhora seja durante o tratamento, ou após ele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.