Os 12 Passos de Alcoólicos Anônimos e sua história.

Alcoólicos Anônimos - Passos e História

Tudo sobre Os 12 Passos de Alcoólicos Anônimos e sua história. E como ele tem salvado vidas em todo o mundo. Confira aqui em nosso Portal!

A História dos Alcoólicos Anônimos

Alcoólicos Anônimos, ou AA, foi constituída em Akron, Ohio, no ano de 1935 por Bill Wilson e Doutor Smith (Dr. Bob).

Bill havia sido um corretor da bolsa de Nova York de destaque e o Doutor Smith serviu como cirurgião em Akron.

Os dois tinham lutado contra o alcoolismo e, realmente, quando se conheceram, o Doutor Smith ainda não tinha conseguido alcançar a sobriedade.

Bill tinha encontrado sobriedade como membro do Grupo Oxford, um movimento religioso não secular conhecido no início do século XX.

Fundado pelo missionário cristão Frank Buchman, o Grupo Oxford incentivou os membros a aceitar que o medo e o egoísmo estavam na raiz de seus problemas e a entregar suas vidas ao plano de Deus.

O Doutor era também membro do Grupo Oxford, mas não conseguiu atingir a sobriedade até conhecer Bill.

Quando conceberam AA, Bill e o Doutor Smith adotaram princípios centrais do Grupo Oxford, inclusive honestidade, altruísmo, pureza e amor, para ajudar a definir e guiar o programa de 12 passos de Alcoólicos Anônimos.

Enquanto Bill e o Dr. Bob trabalhavam juntos em Akron naquele primeiro ano, eles perceberam a necessidade de integrar mais dois princípios orientadores centrais ao programa: que os melhores resultados vinham de um alcoólatra trabalhando com outro alcoólatra e que a sobriedade podia ser alcançada “um dia por vez”.

Os que formaram a instituição da AA achavam que o anonimato era um componente vital da organização.

Eles sabiam por experiência própria a vergonha sentida por muitos alcoólatras, bem como o medo de que outras pessoas descobrissem seu problema com a bebida.

Para mitigar esse medo, AA ainda protege ferozmente a privacidade e o anonimato de seus membros e enfatiza a responsabilidade de todos os membros de manter seu próprio anonimato e o dos outros membros.

Os Alcoólicos Anônimos enfatizam de modo constante a igualdade de seus membros. O uso do anonimato coloca “um freio naqueles que poderiam explorar sua afiliação a AA para obter reconhecimento, poder ou ganho pessoal”.

Conceito

Alcoólicos Anônimos - Passos e História 2
Os 12 Passos de Alcoólicos Anônimos e sua História

Alcoólicos Anônimos é uma instituição de pessoas que compartilham suas experiências que possam resolver seus empecilhos comuns e ajudar outras pessoas a se recuperarem dos problemas com álcool.

A única exigência para ser membro é ter a vontade de parar de beber. Não há taxas que são cobradas para membros de AA; eles são autossuficientes por meio de nossas próprias contribuições.

AA não é aliado de nenhuma seita, denominação, política, organização ou instituição; não deseja se envolver em qualquer controvérsia; nem endossa nem se opõe a nenhuma causa.

Nosso objetivo principal é permanecer sóbrio e ajudar outros alcoólatras a alcançar a sobriedade.

AA é uma sociedade informal de mais de 2 milhões de alcoólatras em recuperação em todo o mundo. Eles se reúnem em locais de encontros espalhados por todo o país.

As reuniões variam em tamanho e de um punhado em algumas localidades a cem ou mais em comunidades maiores.

Quais são os doze passos?

Alcoólicos Anônimos - Passos e História 3
Os 12 Passos de Alcoólicos Anônimos e sua História

Os Doze Passos são as atividades lógicas pelo qual um alcoólatra encontra e mantém a sobriedade se reabilitando. Faz parte da história de AA que qualquer alcoólatra que tenha seguido esse programa sem desvio permaneça sóbrio. Aqueles que tentaram cortar atalhos, pular etapas, acabaram se encontrando em apuros.

  • Passo 1

Admitimos que estávamos desarmados diante do álcool – que nossas vidas se tornaram sem controle.

Sem o primeiro passo, não há possibilidades de se recuperar. Foi demonstrado repetidas vezes que uma pessoa só fica consciente quando o faz exclusivamente para si mesma.

  • Passo 2

Começou a crer que uma força superior e maior do que nós poderíamos nos devolver o equilíbrio. Depois de ter dado o primeiro passo, naturalmente analisamos o que podemos fazer para receber ajuda.

  • Passo 3

Nós decidimos entregar nossa vontade e nossa vida aos cuidados de Deus, conforme o compreendemos. Uma vez que começamos a acreditar que existe uma força maior do que nós, não é impossível entregar nossas vidas a essa força.

  • Passo 4

Fizemos uma descrição moral minuciosa e destemida de nós mesmos. Novamente chegamos a uma das fases que exige muita coragem. Uma de nossas principais razões para não ingerir álcool era escapar de nós mesmos.

  • Passo 5

Começamos a admitir para Deus, para nós e para outras pessoas a porque cometíamos erros. Encontramos aqui uma sequência muito lógica.


Depois de fazermos uma análise de nós descobrimos que faz sentido tomar medidas praticas para consertar o que achamos ser errado.

  • Passo 6

Estamos completamente prontos para que Deus retire todos esses defeitos de personalidade.

  • Passo 7

 Nós pedimos a de modo humilde a Deus para eliminar todas as nossas
deficiências. É bem provável que cumprimos de forma voluntária o passo 6.

Quando analisamos os rostos de nossos novos companheiros em AA, vemos algo que queremos.

  • Passo 8

Construímos uma lista de todas as pessoas que causamos prejuízos e estamos dispostos a ficar em paz pazes com todas elas.

  • Passo 9

Sempre que conseguíamos, fazíamos rejustes para essas pessoas, menos quando isso pudesse prejudicá-las.

Estes dois passos estão diretamente relacionados um com o outro que é mais fácil falar sobre eles como apenas um. É nesta fase que começamos o ato físico de se reabilitar.

  • Passo 10

Continuamos a fazer a descrição de nós mesmos e, quando sempre que errávamos admitíamos sem demora. Descobrimos em AA que quando o álcool estivesse fora de nossos sistemas de forma completa, nossos problemas seriam mais psíquicos do que físicos.

  • Passo 11

Estávamos procurando por meio da oração e da meditação melhorar as nossas conversas com Deus da maneira que o pudéssemos compreendê-lo, orando apenas para conhecer a sua vontade e para conseguir realizá-la.

  • Passo 12

Depois de ter tido uma experiência espiritual como resultado dessas de ter seguido essas etapas, levamos essa mensagem a outros que sofriam por causa do álcool, com o objetivo de eles praticassem esses princípios em todos os aspectos da sua vida.

Fale agora mesmo com Terapêuta do nosso Portal e tire suas duvidas!

Fale Conosco

Fonte Oficial – https://portalvidalimpa.com.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.