Como O Uso De Álcool Afeta A Nossa Imunidade?

Saiba neste artigo como o uso de álcool afeta a nossa imunidade.

Quando paramos para pensar, é comum que as pessoas saibam que o álcool afeta o fígado, o funcionamento do sistema cardiovascular, o sistema digestivo e outras consequências negativas.

Porém, as bebidas alcoólicas não param de afetar somente os órgãos, elas também são capazes de atingir nosso sistema imune, deixando nosso organismo mais vulnerável.

Até para os jovens que pensam que a bebida pode causar problemas somente em um futuro distante, a realidade que temos percebido não é bem essa.

Segundo dados da OMS – Organização Mundial da Saúde, o álcool tem relação com diversas doenças, que podem ser transmissíveis ou não e também a distúrbios mentais.

Inclusive, durante a pandemia, a OMS alertou a população sobre os riscos que o álcool pode causar ao sistema imune, sendo capaz de deixar as pessoas mais vulneráveis à coronavírus, por exemplo.

Como o uso de álcool afeta a nossa imunidade?

Impacto do consumo de álcool na imunidade

Para que você entenda como o uso de álcool afeta a nossa imunidade, vamos explicar tudo que está envolvido nesse assunto.

Quando a pessoa passa a fazer o consumo crônico de bebidas alcoólicas e de forma desregrada, os prejuízos podem ser grandes no sentido de que o número de linfócitos é reduzido.

Os principais linfócitos afetados são o T periféricos e o B periféricos, os dois têm relação direta com o nosso sistema imune, uma vez que são responsáveis por reconhecer e combater organismos desconhecidos pelo organismo.

Com isso, é claro que podemos perceber uma má resposta do nosso corpo diante dos patógenos que são os agentes causadores de doenças, devido ao fato de nosso organismo não estar preparado para lidar com eles.

Além disso, há estudos que vêm comprovando a interferência do álcool no sistema de defesa pulmonar, ou seja, as barreiras ficam prejudicadas e com isso não há a filtragem necessária e assim surgem problemas respiratórios.

Há pesquisas que indicam sem dúvidas alguma que os consumidores de álcool possuem mais probabilidade de desenvolverem tuberculose e pneumonia do que pessoas que não bebem.

Como já falamos, isso acontece em decorrência do uso abusivo de álcool, por isso, é importante conscientizar a sociedade sobre os riscos que as bebidas alcoólicas dão origem.

Fatos que todos precisam saber sobre o uso de álcool e a saúde

É comum associar o álcool aos problemas que podem acontecer no fígado, porém, há outras doenças que podem ser desenvolvidas em decorrência do abuso de bebidas alcoólicas que muitas pessoas não sabem.

Como o álcool impacta no sistema imunológico, o nosso organismo fica fragilizado e pode sofrer com diversas complicações.

Segundo dados da OMS, o álcool pode causar diversos efeitos na saúde, para saber mais sobre recomendações e informações, observe:

1.    O álcool tem capacidade de afetar quase todos os órgãos do nosso corpo, considerando tanto a curto prazo quanto a longo prazo;

2.    É preciso entender que não há como delimitar um limite de ingestão de álcool, o fato é que a cada bebida ingerida, maior a probabilidade de desenvolver uma doença;

3.    O consumo exagerado de qualquer tipo de bebida alcoólica aumenta o risco de enfraquecer o sistema imunológico;

4.    O álcool aumenta a chances de desenvolver câncer, mesmo que ingerido em dosagem menor.

5.    Além de todas as desvantagens do álcool, ele possibilita a alteração no comportamento, nos pensamentos e nas decisões de quem o consome.

Há diversas pesquisas concluídas e outras em andamento que buscam demonstrar que mesmo sendo uma droga lícita no Brasil, o álcool deve ser evitado em todas as suas variações.

Como o uso de álcool afeta a nossa imunidade?

A quarentena provocada pelo Coronavírus e o uso de álcool

Não podemos negar que vivenciar o momento de pandemia provocada pelo Coronavírus afetou completamente a nossa rotina e nossos hábitos.

Durante a quarentena, o sentimento de ansiedade provocado pelas incertezas que todo o mundo estava vivenciando, acabou por contribuir para o aumento do consumo de álcool em diversos lares brasileiros.

Muitas pessoas procuraram na bebida alcoólica uma forma de relaxar e aliviar a tensão que estavam vivendo por causa do cenário caótico com a crise financeira e sanitária.

Sendo assim, como durante a quarentena as pessoas começaram a ficar em suas casas isoladas, a rotina foi completamente alterada no que diz respeito aos horários e hábitos que eram vivenciados anteriormente.

O risco de ingerir álcool pode ser ainda maior caso o consumidor deixe de fazer refeições importantes que vão servir para o funcionamento correto do organismo para ingerir bebidas alcoólicas.

A ingestão constante de álcool além de prejudicar o sistema imunológico, pode ser um fator que implica na dependência química e precisamos reconhecer que a quarentena favorece essa realidade.

Para evitar pensar nas inúmeras problemáticas vividas durante a pandemia, as pessoas buscam meios de abstrair e desviar seus pensamentos e um desses meios é o álcool que oferece essa fuga da realidade mesmo que momentânea.

Por isso, atualmente os profissionais da saúde buscam cada vez mais reforçar como o uso de álcool afeta nossa imunidade e realizam o acompanhamento com pacientes para que a situação não seja agravada.

Como o uso de álcool afeta a nossa imunidade?

Quando se pode falar em uso excessivo de álcool

Mais uma vez cabe reforçar que qualquer dose de álcool é prejudicial e deve ser evitada, porém, o uso excessivo de álcool é ainda mais crítico e problemático.

Há muitas pessoas que ficam em dúvida para determinar o que seria o consumo de álcool acima dos padrões recomendáveis, já que nem toda pessoa vai conseguir parar totalmente de fazer ingestão de bebidas alcoólicas.

Conforme a Organização Mundial da Saúde, podemos considerar consumo abusivo de álcool quando ultrapassa de oito doses para mulheres e 15 doses para os homens.

Esse uso indiscriminado já foi comprovado por pesquisas e por especialistas que não faz bem para o organismo e ainda altera o funcionamento normal das funções no organismo.

Diante disso, percebemos que há a necessidade de reforçar como o uso de álcool afeta nossa imunidade e nossa saúde.

Mesmo em momentos de muita tensão, como foi a experiencia vivenciada com o Corona Vírus, é preciso manter o controle em relação ao uso de álcool.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.