O uso de lança perfume na adolescência e seus riscos

lança perfume na adolescencia

Neste artigo vamos abordar o uso de lança perfume na adolescência e quais são os ricos que estão envolvidos na pratica.

A fase da adolescência é o período do desenvolvimento humano caracterizado por mudanças biológicas, cognitivas, emocionais e sociais que são importantes para a afirmação e consolidação de hábitos na vida adulta de cada indivíduo.

Nessa fase, geralmente são experimentadas substâncias psicoativas, como álcool e drogas ilícitas.

Uma estimativa sugere que de cada 100 jovens que dão entrada em hospitais públicos das periferias nos finais de semana, 20 apresentam algum quadro clínico decorrente do uso do lança perfume e quatro morrem.

E é possível perceber que esse número vem crescendo, apesar de todos os alertas sobre riscos à saúde, e de todas as reportagens que infelizmente são cada vez mais frequentes nos jornais.

O atendimento de emergência para adolescentes com essa droga ultrapassou o de entorpecentes como a cocaína. Isso porque é mais barato e por isso se espalha com mais facilidade entre os jovens.

Especialistas dizem que o mercado de lança perfume é muito maior e mais silencioso do que revelam as apreensões.

O que é lança perfume?

O lança perfume é uma droga na forma de um solvente inalante. É introduzido no corpo por aspiração pelo nariz ou pela boca.

Os solventes são produtos químicos altamente voláteis, o que significa que seu processo de evaporação é muito rápido. Para atrair mais adeptos, o “loló” tem um cheiro doce e agradável.

Mas não se engane, a mistura caseira é tão agressiva que é colocada em latas de alumínio e garrafas hospitalares, pois as garrafas de refrigerante derretem ao contato com a substância.

O lança perfume tem efeito rápido, de cinco a dez segundos após a inalação. Até 30 minutos depois, você pode sentir seus efeitos.

Isso torna o uso da droga viciante e altamente prejudicial à saúde, uma vez que os usuários precisam consumir cada vez mais drogas para manter a euforia que ela provoca.

O objetivo é fazer as pessoas inalarem suas substâncias para ficarem entorpecidas e querer cheirar cada vez mais. Essa tendência alimenta um ciclo vicioso e aumenta o risco de declínio físico e mental.

Como surgiu o lança perfume?

O lança perfume se popularizou no Brasil após ser importado da Argentina desde o início do século XX.

Os primeiros registros do uso da droga que se tem conhecimento, ocorreram coletivamente no carnaval do Rio de Janeiro no ano de 1906. Originalmente, o lança perfume era vendido livremente em potes dourados e usado até mesmo de forma inocente e comum.

Porém, após sua reformulação, o “loló” passou a ser inalado como droga e seu uso se generalizou, principalmente entre o público mais jovem.

Hoje podemos dizer que o lança perfume é uma das drogas que mais causa problemas na juventude, pois a princípio seus efeitos parecem inofensivos.

No entanto, pode causar dependência física e psicológica e danos irreversíveis à saúde.

Como age o lança perfume na adolescência?

Quando inalado, a droga rapidamente se transforma em vapor e é absorvido pelo corpo em segundos.

Então, a frequência cardíaca começa a aumentar, chegando a 180 por minuto. O normal, para se ter uma ideia, é de 60 a 100 em repouso.

Entre os efeitos da droga, o mais comum entre os jovens é a depressão cerebral. Porém, com o uso frequente desse entorpecente, é possível ter a destruição irreversível das células cerebrais, chamadas neurônios.

Também ocorrem alucinações e psicose, fadiga, insônia, náuseas e ataques depressivos. Consequentemente, há uma rápida evolução para problemas de memória, problemas de aprendizagem e desequilíbrio mental.

Apesar de sua fórmula extremamente simples, uma vez que a droga é basicamente uma mistura de clorofórmio, álcool etílico e essência de frutas, as consequências da ingestão do lança perfume podem ser graves e até fatais.

Em altas doses, inalar a droga provoca agressividade, descontrole da fala, inquietação, irritabilidade, perda de consciência, e até mesmo ataques de pânico.

Dependendo da condição física do usuário, a baixa imunidade pode levar a convulsões e morte por acidente vascular cerebral. Também afeta o processo respiratório, causando uma sensação de asfixia semelhante a estrangulamento.

Lança perfume na adolescência – Efeitos observados:

  • Primeira fase: euforia, com redução da inibição de comportamento.
  • Segundo fase: predomínio da depressão do SNC, o indivíduo fica confuso, desorientado; Alucinações auditivas e visuais também podem ocorrer.
  • Terceira fase: a depressão se aprofunda, com uma redução acentuada do estado de alerta; falta de coordenação visual e motora (marcha instável, fala arrastada, reflexos severamente diminuídos); as alucinações tornam-se mais aparentes.
  • Quarta fase: depressão tardia; ocorre inconsciência; pode haver convulsões, coma e morte.

O uso crônico dessas substâncias pode levar à destruição de neurônios, causando danos irreversíveis ao cérebro, além de danos ao fígado, nervos periféricos e medula óssea, deterioração dos rins e dos nervos periféricos que coordenam os músculos. O usuário torna-se apático, desinteressado pela vida e passa a abrigar ideias suicidas.

O risco do uso de drogas em jovens

O lança perfume na adolescência pode fazer com que pessoas do mesmo grupo se encorajem mutuamente a usar drogas, aumentando o poder de um círculo de problemas.

Além disso, ocorrem mais situações de violência familiar, diminuição do desempenho escolar, perda de perspectiva de futuro e desenvolvimento de transtornos mentais.

Em termos de saúde física, também há mais chances de acidentes, exposição a doenças sexualmente transmissíveis, déficits de memória, deterioração da neuroquímica de áreas cerebrais em desenvolvimento, distúrbios do sono, problemas cardíacos, insuficiência renal, ansiedade e depressão.

O lança perfume pode causar uma overdose?

Uma overdose pode ocorrer devido ao uso excessivo de qualquer substância tóxica que coloque o corpo em risco. Seja legal, como medicamentos, ou ilegal, como drogas.

Portanto, o lança perfume também pode causar uma overdose e comprometer todas as funções corporais.

Todos os elementos consumidos pelo corpo são metabolizados nos rins e no fígado. Esses órgãos têm a função de limpar e eliminar a toxicidade de qualquer substância nociva.

Porém, quando as doses da droga são altas e contínuas, esses órgãos não conseguem processar essa eliminação a tempo.

Como consequência, ocorrem graves danos ao próprio órgão e ao cérebro, pois sua capacidade funcional também é afetada.

Mas o dano não se limita aí, o coração força os batimentos cardíacos, a pressão arterial está alta e ocorre a sudorese na tentativa desesperada de eliminar a toxicidade.

A soma desses sintomas típicos de uma overdose produz náuseas, tonturas, desmaios e pode levar à morte.

Vale ressaltar que o estado emocional, alimentação insuficiente e falta de sono deixam o organismo fragilizado e são facilitadores do risco de overdose.

Se você conhece alguém que usa um lança perfume ou alguma outra substância narcótica, procure sinais que possam indicar uma overdose:

  • suor nas extremidades (mãos e pés);
  • convulsão, acompanhada por confusão mental;
  • fala descoordenada, agressividade e falta de controle postural;
  • fortes dores de cabeça, com irradiação para a nuca e ombros;
  • grave inquietação, falta de ar e coração acelerado;
  • confusão mental; verbalização sem sentido e picos de alucinação.

Para mais ajudas, fale conosco, podemos ajudar seu familiar no processo de recuperação por dar orientações assertivas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.