Como escolher uma boa clínica de recuperação?

clínica de recuperação

Uma boa clínica de recuperação precisa atender aos requisitos mínimos para atendimento e oferecer tratamento humanizado para quem decide se internar para abandonar o vício em drogas.

No entanto, muitos familiares acabam recorrendo a locais não humanizados diante do desespero e da urgência que a situação apresenta, colocando em risco não só o tratamento, mas também a própria saúde do dependente químico.

Veja como escolher uma boa clínica de recuperação e saiba o que esse tipo de instituição deve ter para ser confiável!

Como funciona uma clínica de recuperação

As clínicas de recuperação funcionam como espaço de tratamento a médio prazo para dependentes químicos. No local não será permitido utilizar nenhum tipo de substância ilícita, como drogas, e nem bebidas. Em algumas clínicas o dependente químico fumante recebe permissão para receber cigarros.

Esse tipo de instituição é considerado de média complexidade, ideal para receber casos crônicos de usuários de drogas que não conseguem deixar o vício sem apoio e sem ficarem temporariamente afastados do meio social em que convivem.

O tratamento em clínicas de recuperação costuma durar em média 150 a 180 dias, mas o tempo depende muito do progresso do paciente. Alguns conseguem bons resultados em menos tempo e outros demandam maiores períodos de tratamento, como é o caso de adolescentes e algumas pessoas mais vulneráveis.

Apesar de serem um tipo de instituição relativamente comum, nem toda clínica de recuperação está verdadeiramente apta a tratar de dependentes químicos, já que esse é um processo complexo que demanda a existência de variados profissionais e humanização do trabalho.

Saiba então o que deve ser verificado para escolher uma boa clínica de recuperação para dependência química:

  • Conheça o local

O primeiro passo é ir até à instituição e verificar todas as instalações. Veja se o espaço está limpo, como são os dormitórios e espaços comuns e converse com os funcionários sobre como funciona a rotina do local.

A clínica de recuperação precisa ter locais para trabalhos em hortas, artesanatos e outros com o fim de auxiliar no tratamento. Quanto mais espaço de lazer, como quadras e piscinas, mais pontos ganha a clínica.

  • Informe-se sobre a alimentação

Quem está se tratando de dependência química precisa de cuidados especiais com a alimentação, portanto, vá até à cozinha e veja como tudo é feito e quantas refeições os pacientes recebem por dia.

  • Conheça a equipe

A equipe de clínicas voltadas para tratamento de dependentes químicos precisa ser multidisciplinar por o tratamento ser complexo. Veja se a clínica realmente conta com psicólogos, médicos, terapeutas ocupacionais e outros.

No caso de clínicas para adolescentes o cuidado deverá ser redobrado. A clínica precisa contar com apoio pedagógico e as visitas devem ser flexibilizadas.

  • Converse sobre visitas e duração do tratamento

É muito comum que no início do tratamento o dependente químico não possa receber visitas. Isso se deve à fase de desintoxicação e de abstinência, que é mais severa.

No entanto, em pouco tempo, em geral, um ou dois meses, o paciente será autorizado a receber visitas e manter contato com a família.clínica de recuperação

Pergunte sobre o tempo e intervalo dessas visitas e sobre outras formas de contato, como cartas.

Desconfie de clínicas que ofereçam tratamentos muito rápido porque esse tipo de intervenção é de médio prazo e demanda tempo adequado para cada fase.

  • Saiba tudo sobre a medicação

A medicação é fase fundamental para tratamento da dependência química, mas é importante saber como ela é prescrita e quem faz o controle.

Os remédios que auxiliam no tratamento da dependência química possuem o objetivo de fazer com que o paciente fique mais tranquilo e consiga superar a fase de abstinência e de desintoxicação com mais facilidade. 

No entanto, são remédios psiquiátricos que exigem prescrição por médico especializado e acompanhamento da equipe da clínica.

  • Saiba como será o tratamento pós internação

As boas clínicas de recuperação continuam acompanhando o dependente químico no pós internação. Esse acompanhamento é fundamental para dar sequência à medicação que foi inserida e para seguir com psicoterapia.

Pode ser que a clínica indique outros profissionais para o pós internação fora do ambiente da clínica, já que a ideia é a reinserção da pessoa na sociedade.

Em alguns casos o CAPS AD pode ser uma excelente alternativa para o tratamento pós internação porque possui ótima estrutura e equipe multidisciplinar em meio aberto.

  • Converse com quem já ficou internado no local

Uma ótima dica é conversar com pessoas e familiares de quem já esteve internado no local. Dessa forma é possível saber se o tratamento é realmente humanizado e se não ocorrem maus tratos durante o percurso clínico.

Não deixe de perguntar sobre o tempo de internação, alimentação e sobre a rotina real da clínica para essas pessoas.

  • Saiba se o tratamento é humanizado

Quando conversar com a equipe profissional, busque perceber o olhar que ela possui para o uso de drogas. Caso perceba que os profissionais não possuem um olhar humanizado para o usuário de drogas, busque outra clínica.

clínica de recuperação

A equipe especializada precisa mais do que outras pessoas compreender que a dependência química é uma doença e o tratamento não pode, de forma alguma, tratar a pessoa em tratamento com ares de marginalização.

Esse é o ponto fundamental antes de escolher qualquer clínica de reabilitação. Conversar muito bem com quem coordena, saber de suas qualificações para o atendimento é fundamental para o sucesso do tratamento.

  • Busque clínicas com diferenciais em atendimento

Quem procura auxiliar um conhecido para tratamento de dependência química precisa encontrar um espaço que preza pelo profissionalismo e compreensão de que o uso de drogas é uma doença.

Escolha uma clínica onde os profissionais realmente façam a diferença, com boa estrutura e com a certeza de que seu familiar ou amigo será tratado com respeito e dignidade.

O tratamento para dependência química não é fácil, demanda várias fases e muito empenho, tanto do paciente, quanto da família e dos profissionais, mas é possível e muito recompensador quando encontramos apoio de uma clínica com excelência em atendimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.